Concretizando sonhos na vida
de cada cidadão

home logo
MauroZacher 370

Os últimos dois anos não foram nada fáceis para os idosos em todo o Mundo. “Público alvo do Covid, no início da pandemia, muitos vieram a óbito pela doença e outros tantos tiveram reduzida a qualidade de vida diante dos efeitos nocivos do isolamento social”, destaca o vereador de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, Mauro Zacher. O parlamentar lembra que o aumento da população 60+, corresponde hoje a mais de 37 milhões de brasileiros, conforme o IBGE. Assim, entende, Zacher, no Dia Internacional do Idoso, instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas) é preciso que a sociedade se conscientize que velhice não é doença; que o preconceito a quem tem mais de 60 anos deve ser combatido e ampliados os acessos à saúde, renda digna (aposentadoria) e demais oportunidades a quem tanto contribuiu para o desenvolvimento econômico e social de suas comunidades.

MZ Dia do Idoso 2021

De acordo com uma projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população idosa no Brasil irá chegar na casa dos 76 milhões em 2050, algo em torno de 29% da população. “No entanto, as políticas públicas e as poucas conquistas que haviam para esse segmento se reduzem a cada ano”, ressalta o vereador que vê no enfraquecimento da previdência social o principal nó a ser desatado. “É notório que os governos que se sucederam colocaram a mão nos recursos da previdência para outros fins e ainda não se encontrou um modelo que possa gerar equilíbrio das contas públicas sem causar danos aos que estão na ‘melhor’ idade”, entende Zacher.

Além disso, a violência contra o idoso, que já era elevada, cresceu com a pandemia. Segundo dados divulgados pelo Disque 100, sistema do governo federal, que recebe, analisa e encaminha denúncias de violação dos direitos humanos para os órgãos competentes, de 2019 para 2020 o número de chamadas para reportar algum tipo de violência contra o idoso foi de 48,5 mil para cerca de 77 mil denúncias; houve um aumento de 53% no número de denúncias. Até o primeiro semestre de 2021, o número de denúncias registradas ultrapassou 30 mil. “É lamentável que tenhamos esses números no Brasil e o pior é que na maioria das vezes a violência está dentro do ambiente doméstico”, alerta o vereador.

Você está navegando em :: Notícias

Comente este conteúdo:

Redes Sociais

Redes Sociais FacebookRedes Sociais twitterRedes Sociais InstagranRedes Sociais emailRedes Sociais youtube

Ponto de Vista

Você é a favor ou contra a ampliação da guarda municipal na atuação da segurança pública de Porto Alegre?
  • 366 Votos
    A FAVOR
    91.04%
  • 36 Votos
    CONTRA
    8.96%
← Votar
Total 402 Votos

Pesquisa